17 abril 2016

Como usar argila no rosto e pra que serve cada uma!

Argila é um ótimo aliado da beleza. Esse ingrediente mineral é ótimo para cuidar do nosso rosto, corpo e couro cabeludo. Ela é usada to em tratamentos medicinais como em tratamentos estéticos.


Hoje, no mercado encontramos diversos cosméticos com argilas na composição. Além disso você também pode encontrar a versão in natura em farmácias de manipulzação, casas de cosméticos ou lojas de produtos naturais.

Os tratamentos com argila, ao mesmo tempo em que transferem sais minerais para a nossa pele, tem capacidade de absorver toxinas, tratar inflamações, estimular a produção de colágeno, dentre outros benefícios.

Para tratamentos estéticos, lembre de sempre usar argilas de uso cosmético, que é livre de impurezas e bactérias. Não pega qualquer barro que você encontrou na rua e sai tacando na cara, ok? Ok

Qual a diferença entre as argilas?

O diferençal entre elas, é basicamente a diferente concentração de oligoelementos. Algumas são mais indicadas para certos tipos de peles mas, claro, é sempre importante ter a opinião do seu dermatologista ou esteticista.

Argila branca - é a que tem mais potenciar de clarear a pele, por ser rica em em caolim, que além de clareador, absorve muito bem a oleosidade da pele. Além de ótimo poder regenerador e cicatrizante, já que tem uma boa concentração de silício. É indicada para quem tem pele acneica, além tratamento de caspa, oleosidade excessiva no couro cabeludo, manchas na pele, dentro outros.
Argila verde - é altamente desintoxicante. Muito rica em silício e magnésio. Ela não é a mais indicada para peles sensíveis ou secas porque realmente tem um poder de desintoxicação e remoção da oleosidade muito potente, podendo causar irritações.  Esse efeito "detox" da argila verde é muito bom para tratamentos do couro cabeludo. 
Argila rosa - é uma mistura da argila vermelha com a argila branca, agregando os benefícios das duas. Ela é suave, antiséptica e ajuda na reprodução celular, É a mais indicada para peles sensíveis e com tendência à vermelhidão. Pode ser usada tanto no rosto, como corpo ou couro cabeludo.

Argila negra - também tem efeito detox, assim como a verde. Pode ser usada em peles e couros cabeludos oleosos. Em máscaras faciais, ela é muito usada para tratamentos de cravos, espinhas e oleosidade excessiva, além de tratamento de manchas.
Argila amarela - também chamada de argila dourada, não é muito popular. Apesar disso, é maravilhosa para tratamentos rejuvenescedores. Ela é rica em dióxido de silício, que estimula à formação de colágeno. É maravilhosa para renovar peles maduras.
Argila vermelha - tem ação tonificante. É mais usada no corpo para tratamentos de flacidez e celulite. Ela é extremamente suave, se usada no rosto, promove resultados de maciez e maio luminosidade na pele. Pode ser usada por peles sensíveis.



Como fazer a máscara de argila? 

Hoje em dia, você já encontra máscaras a base de argilas prontas no mercado. Mas, para fazer sua máscara em casa, você pode comprar a argila de uso cosmético, pura. 

Para usar, basta misturar com um pouco de água, de preferência mineral, para enrriquecer ainda mais a sua máscara. O ponto certo é um cremoso que não escorra no seu rosto. Ela não deve ficar nem muito pastosa e nem muito líquida.

Dica: para manter as propriedades de sua máscara, evite mistura-la com objetos metálicos.

Aplique a máscara no rosto, evitando a área dos olhos e boca. E, após secar, remova com água em abundância. 

Você também pode usar na mistura chás, óleos vegetais, óleos essenciais. Eu sugiro que se você não tem tanto conhecimento acerca do assunto, use água mesmo.

E você, já exprimentou algum tratamento estético com argila? Responda nos comentários!

16 abril 2016

No poo e Low Poo, tudo que você precisa saber

Você já ouviu falar em No poo e Low poo? São duas maneiras bem diferentes de tratar os cabelos que vem sendo cada vez mais difundidas. Basicamente você vai cortar ou diminuir o uso de shampoo no seu cabelo. Continue lendo para entender melhor!

As técnicas foram desenvolvidas pela cabeleireira Lorraine Massey. Ela defende que cabelos cacheados precisam de cuidados especiais. Pelo seu próprio formato, os cachos não distribuem a oleosidade natural com a mesma facilidade de um cabelo liso, além de serem muito finos e frágeis. 

Apesar de criadas para cabelos cacheados, as técnicas de No-poo e Low-poo podem ser usadas por qualquer tipo de cabelo. Em cabelos mais frágeis e danificados por químicas, por exemplo, os resultados podem ser ainda mais visíveis. Nas palavras da própria Lorraine, "shampoo não é bom para cabelo algum".

Porque não usar sulfatos? 

Os detergentes encontrados em nossos shampoos tradicionais são muito fortes. O mais comum e mais forte deles, é o lauril sulfato de sódio (sodium lauryl sulfate), mas a lista dos "vilões" é bem extensa.

Esses agentes, que são os formadores de espuma, além de remover a sujeira do dia a dia, removem a oleosidade natural do cabelo, que serve para proteção dos fios e do couro cabeludo.

O nosso fio de cabelo é envolto por uma chamada cutícula, ela tem a formação como se fosse a escama de um peixe. Um cabelo saudável tem as cutículas bem fechadas, elas protegem a estrutura interna dos fios e reflete luz. Se elas estão abertas, o cabelo fica áspero e embaraçado.

Os shampoos com sulfatos costumam abrir as cutículas dos fios. Isso, muitas vezes,não é revertido com o uso do condicionador ou máscara. Causando danos muito difíceis de corrigir se você continuar usando os sulfatos.

Porque não usar siliciones e petrolatos?

De uma maneira bem suscinta (até porque iremos detalhar esse assunto muito em breve aqui no blog), os silicones insolúveis em água e os derivados de petróleo (como a parafina líquida, petrolatos e etc), formam uma capa em volta so seu cabelo. Mas isso não estaria protegendo meu cabelo?  Nem tanto.

O problema é que esses componentes, da mesma forma que protegem seu cabelo, impedindo que ele perca hidratação, por exemplo. Eles tem efeito cumulativo, então, com o tempo, também impedem que seu cabelo receba hidratação, proteínas, nutrientes, etc.

Na questão estética, silicones e petrolatos podem deixar uma aparência mais brilhosa aos fios. Também podem garantir uma melhor pendeabilidade. Mas tudo isso não passa de uma "maquiagem" de que o seu cabelo está saudável, eles não tem poder algum de tratar o seu fio. 

Outro ponto negativo desses componentes é que eles precisam de detergentes muito poderosos para serem removidos dos fios, ou seja, os sulfatos. E você pode acabar entrando num ciclo de danificar o seu cabelo e maquiar, sem estar tratando.

O Low-poo

Literalmente, Low-poo significa "pouco shampoo". O que não significa, ao contrário do que muita gente pensa, que vamos usar menos shampoos comuns, ou o shampoo comum mais diluído. Para essa técnica, são usados shampoos mais suaves, com a formulação livre de sulfatos ou detergentes mais agressivos.

Os detergentes usados são, por exemplo, o Cocamidopropyl Betaine (anfótero), que auxilia na limpeza dos fios e couro cabeludo sem causar tanto ressecamento, Ele produz espuma, mas, na grande maioria das vezes, é uma espuma bem menos abundante que a dos shampoos com sulfatos.

O No-Poo
Já no no-poo não se utiliza nenhum tipo de silicones insolúveis em água, petrolatos, parafinas, sulfatos e etc. Os adeptos dessa forma de cuidar dos cabelos vão lavar os fios apenas usando condicionador. Uma técnica conhecida como co-wash.

Assim como existem shampoos quem limpam mais que outros, também existem condicionadores mais limpantes e menos limpantes. Alguns, inclusive, podem conter o anfótero na composição, claro, que em menos concentração de que um shampoo.

No vídeo abaixo eu falo um pouco sobre as técnicas de no poo e low poo.


Como eu disse em vídeo, o assunto é muito extenso. Iremos continuar tratando dele tanto aqui no blog, como em nosso canal no youtube. O que você achou das duas técnicas? Já experimentou alguma? 
Image Map

06 abril 2016

Linha Help, da Inoar

A linha "Help" da Inoar, além de vir com uma roupagem linda, tem a proposta incrível de ser "aquela ajuda que estava faltando". É livre de silicones insolúveis em água, sulfatos, petrolatos, DEA e aldeídos


Confesso que, desde antes da linha chegar para mim, eu já estava apaixonada pelas embalagens e pela composição dos produtos. Todos eles são liberados para os adeptos da rotina de low poo.

Shampoo Detox Inoar Help

O que me chamou a atenção no shampoo detox, foi justamente o fato dele ter essa proposta mais desintoxicante e ao mesmo tempo ser livre de sulfatos.


Ele é totalmente transparente e se dissolve com muita facilidade em água. Fiquei muito impressionada com o quanto ele é suave, meus fios ficam totalmente desembaraçados durante a aplicação.


O Shampoo Detox Help tem um cheirinho gostoso de perfume, mas bem suave. Meu couro cabeludo é bem oleoso e meus fios são mais secos. E ele foi ideal, não senti nenhum resquício de oleosidade ou sujeira e ao mesmo tempo meu cabelo ficou macio. 

Esse efeito maravilhoso no cabelo se justifica pela composição incrível do produto, rica em ativos que eu destaco abaixo.
Aqua, Dissodium EDTA, Sodium Benzoate, Poliquaternium-10, Lauril Ether Sulfosuccinate de Sódio, Cocamidopropyl Betaine, Disodium Cocoamphoacetate, Glycerin, PEG-7 Glyceryl Cocoate, Lauryl Methyl Gluceth-10 Hydroxypropyldimonium Chloride, Quaternium-80, D- Panthenol, Rosmarinus Officinalis Extract, Polysorbate 20, Citric Acid, Parfum, PEG-120 Methyl Glucose Trioleate (and) Propylene Glycol, Tocopheryl Acetate, Limonene, Citral, Coumarin.
     Cocamidopropyl Betaine - é um surfactante híbrido ou pseudo anfótero. É um agente de limpeza eficiente, mas suave. 

     Glycerin - a glicerina é conhecida por seu alto poder hidratante. 

     D- Panthenol - o dexpantenol também tem alto poder hidratante, além de cicatrizante e doador de brilho e emoliência aos fios. 

     Rosmarinus Officinalis Extract - o extrato de alecrim é altamente estimulante para o couro cabeludo. É rico em antioxidantes e tem ação adstringente e vasodilatadora. 

     Tocopheryl Acetate - a viamina E também é conhecida por suas propriedades antioxidantes, além de efeitos anti-inflamatórios.


Máscara Ultrarreparadora Inoar Help


A máscara da linha é indicada "para cabelos secos, ressecados, com frizz, sensibilizados por química ou somente porque eles merecem".


Ela é branquinha e muito gostosa de espalhar nos fios. É bem perfumada, eu acho o cheiro dela mais aceituado que o do shampoo.


É liberada para quem faz low poo

Aqua, Cetrimonium Chloride, Cetearyl Alcohol, Lanolin, Triticum Vulgare Germ Oil, Macadamia Ternifolia Seed Extract, Polysorbate 60, Amodimethicone (and) C12-14 Sec Pareth-7 (and) C12-14 Sec-Pareth-5, Behentrimonium Methosulfate, D- Panthenol,
Tocopheryl Acetate, Phenoxyethanol, Citric Acid, Triticum Vulgare Germ Extract, Hydrolyzed Keratin, Hydrolyzed wheat protein / Hydrolyzed soy protein / Avena Sativa (OAT) Meal Extract, Parfum, Limonene, Citral, Coumarin.

      Triticum Vulgare Germ Oil - óleo de gérmem de trigo

     Macadamia Ternifolia Seed Extract - extrato de semente de macadamia

     D- Panthenol

     Triticum Vulgare Germ Extract - extrato de gérmem de trigo

     Hydrolyzed Keratin - queratina hidrolisada

     Hydrolyzed wheat protein - proteína hidrolisada de tirgo

     Hydrolyzed soy protein - proteína hidrolisada de soja 

     Avena Sativa (OAT) Meal Extract - extrato de aveia


Ampola Inoar Help

A ampola vem nessa embalagem menor, com 30 ml. Funciona como uma ajuda "extra".


Ela é bem líquida, como se fosse um condicionador mais ralinho. Pode se usada de várias formas. Dentre elas, para potencializar a máscara e finalizar o cabelo.  

Minha forma de uso preferida foi finalizando meus fios, que são bem finos e não ficaram nada pesados.

Confira, abaixo, a composição dela.

Aqua, Disodium EDT, Lauryl Methyl Glucheth-10 Hydroxypropyl-dimonium Chloe, Cetrimonium Chloride, Cocamidopropyl Betaine, Latic Acid, Hydroyzed Corn starch, Beta vulgaris root extract, Parfum, Merhylchloroisothiazolinone/ Butylphenylmethylpropyonal, Citranelo, Hexyl Cinamal Limonene
     Hydroyzed Corn starch - amido de milho hidrolisado

     Latic Acid - ácido lático

     Beta vulgaris root extract - extrato de beterraba

Para saber mais sobre os produtos, confira o vídeo abaixo.




A linha se encontra à venda em grandes perfumarias, O shampoo custa por volta de R$ 30,00, a máscara, também, por volta de R$ 30,00 e a ampola R$ 20,00.

Eu acredito que o custo compense muito oos benefícios que o uso da linha inteira proporcionam aos cabelos. Meus produtos preferidos foram a máscara e o shampo.

E você, já usou a linha Help? O que achou?

Image Map

29 fevereiro 2016

Máscara Force Repair, Forever Liss

A Forever Liss está sendo uma marca que eu me apaixono a cada produto novo que testo. Hoje, vamos falar de uma nutrição capilar maravilhosa, que passou a estar entre as minhas favoritas: a Force Repair, da Forever Liss.

Apesar da embalagem e o nome lembrarem um pouco a Absolut Repair, da L'Oréal, na prática, elas não são nada parecidas. A Force Repair tem a textura grossinha, lembra uma manteiga, mas desliza bem fácil no cabelo.


Já na aplicação eu consigo sentir meu cabelo "derretendo", ele já fica molinho na hora. A máscara tem o tempo de ação indicado de 5 a 10 minutos e ela consegue sim dar uma boa tratada no cabelo nesse intervalo. Mas, deixando por meia hora, eu sinto um tratamento muito mais profundo.

O resultado é de cabelos MUITO macios e com bastante brilho. Meu cabelo fica tão macio que eu tenho a impressão que ele está mais fininho, como se fosse cabelo de bebê.

A composição dela é riquíssima, como você pode conferir abaixo.
AquaDisodium, EDTA, Glycerin, Guar Hydroxypropyltrimonium Chloride, Cetearyl Alcohol, Cetrimonium Chloride, Cetearyl Alcohol and Behentrimonium Methosulfate, Cetyl Acetate (and), Moringa oleifera Oil, Andansonia Digitata Seed Oil, Acetylated Lanolin Alcohol, Mineral Oil, Theobroma Grandiflorum Seed Butter (and) Butyrospermum Parkii (Shea Butter) Oil (and) Astrocaryum Vulgare Kernel Oil, BHT, Methylchloroisothiazolinone; Methylisothiazolinone, Hydrolyzed Keratin, Poliquartenium 10, Aqua (and) Parfum, Citric Acid
     Glycerin - Glicerina

     Moringa oleifera Oil - óleo de moringa

     Andansonia Digitata Seed Oil - óleo de baobá

     Mineral Oil - óleo mineral

     Theobroma Grandiflorum Seed Butter - manteiga de cupuaçu

     Butyrospermum Parkii (Shea Butter) Oil - manteiga de carité

     Astrocaryum Vulgare Kernel Oil - oleo de cumari

     Hydrolyzed Keratin - queratina hidrolisada

Para saber mais sobre a máscara Foce Repair, da Forever Liss, confira o vídeo abaixo.


Enfim, o produto é maravilhoso. A embalagem com 500 g custa R$ 64,99 na Lynda Flor Cosméticos, é um investimento que vale muito a pena.

Você já testou esse produto? Qual a nutrição favorita de seus cabelos?
Image Map

25 fevereiro 2016

Resultado do Shampoo Bomba de Café!

Depois de um mês testando o shampoo bomba de café, eu venho contar os resultados para vocês. Se você está um pouco perdido nesse post, o shampoo de café é indicado para acelerar o crescimento do cabelo, já falamos sobre ele aqui


Como já falei aqui no blog, lavo meu cabelo todos os dias. Eu useo o café em praticamente todas as lavagens. 1A sensação de esfoliação leve no couro cabeludo é muito gostosa, mas confesso que eu fiquei com um pouco de aflição dos pedacinhos grudados em meus cabelos.

Eu experimentei vários shampoos diferentes, mas nenhum com proposta de crescimento de cabelo. Uma coisa interessante, foi que, apesar da textura do shampoo mudar, ele agia da mesma forma que sempre agiu em meu cabelo. Algumas pessoas reclamaram de ressecamento dos fios, mas eu não senti.

E, por fim, meu cabelo realmente teve um crescimento ótimo durante esse mês. O normal, como eu já comentei aqui no Rotina de Boneca, é o cabelo crescer em média 1,5 cm por mês. O meu pena muito para crescer 1 cm. E, pelo que eu medi, ele creceu 3,5 cm. Cresceu bastante, como você pode perceber nas imagens abaixo.



No vídeo abaixo você pode conferir mais dicas, bem como ver o meu cabelo mais "pessoalmente". 


Você já testou o shampoo de café? Conte suas experiências nos comentários!
Image Map
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© ROTINA DE BONECA - 2015. Todos os direitos reservados.
CRIADO POR: SD DESIGN.
TECNOLOGIA DO BlOGGER.
imagem-logo