26 janeiro 2015

Quanto vale uma "dica de amiga"?

Eu sempre tive um certo "pé atrás" com a monetização de blogs. Não significa que eu não considere isso um trabalho e eu não ache justo que as pessoas sejam pagas por isso (até eu ganho meus trocados). Só que levando o caráter pessoal (apesar de não serem mais "diários virtuais") que o blogs ainda carregam, até que ponto seria honesto transformar esse espaço unicamente em fonte de ganhar dinheiro e "mimos"?

Nos primórdios dos blogs de beleza (e de vários outros segmentos) o conteúdo era gerado basicamente a partir da opinião de consumidores de produtos. Era um consumidor falando com outro consumidor. As pessoas faziam aquilo por hobbie, por querer colaborar com os outros, por prazer, paixão, dentre outros motivos que não envolviam dinheiro.

Com o passar do tempo esse trabalho passou a ser monetizado através do Google AdSense, surgiram várias plataformas de blogs, networks e várias empresas passaram a ver blogs como um espaço em potencial para a exibição de seus produtos. Enfim, passou a existir outro motivo além da paixão que poderia levar pessoas a criar blogs (ou canais no youtube, por exemplo).

O poder de transformar a sua paixão em uma forma de ganhar dinheiro é fantástico! Se você fizer puramente por paixão, cada fruto que vier a surgir daquilo vai vir a ser fantástico para você, independente de ser dinheiro, presentes ou reconhecimento.

Só que a "moda" é achar que ter um blog é uma tarefa fácil e que os reconhecimentos vêm rapidamente. Eu vi essa semana num grupo no Facebook uma menina dizer que desistiu do blog dela (que tratava de beleza) porque não tinha nenhuma "parceria" e era impossível existir um blog de sucesso sem parceiros comerciais.

Volto a dizer que os blogs começaram a existir puramente por paixão, não por dinheiro. O elemento principal para se manter um blog é a dedicação e gostar do que você está fazendo. É uma relação quase que de amizade entre o blogueiro e o leitor, tanto, que alguns costumam chamar as indicações de "dica de amiga". Mas afinal, quanto vale a relação com o seu leitor para você vender por tão pouco essa "amizade"?

Não se esqueça de se inscrever em nosso canal. (clique aqui)
Siga @Rotinadeboneca no Instagram! (clique aqui)
Curta nossa fanpage (clique aqui).

10 comentários:

  1. Concordo! Adorei o texto, no começo existia poucos blogs....agente sentia confiança na informação passado...hj tudo pode ser um gabá!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade, eu tenho muito medo desse modelo de blog como existe hoje sumir por causa disso.
      Beijão!

      Excluir
  2. Ótimo post! Um tempo atrás eu fiz um post basicamente nisso, é importante mesmo. Acho que muitas meninas deveriam procurar mais vezes sobre esse assunto. Beijos :)

    ResponderExcluir
  3. Adorei, coração!
    Tem um admirador aqui! ;D

    Abraços.
    F.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai que bom que você gostou, F <3
      Beijão!

      Excluir
  4. Pois é,vejo muitas pessoas fechando blogs por este motivo:Acha que não tem futuro!É um trabalho lindo e está errado quem acha que não dá trabalho! http://juinwondeland.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, dá trabalho demais, Júh.
      Beijão!

      Excluir
  5. adoreiiii amanda eu tive um blog a muitos anos e ra mais um diario mesmo.. depois foi q virou pra esses lados...algumas criam blogs mais por produtos... nao por amor ou paixao pelo q faz... chato isso pq nós q trabalhamos seriamente levamos a fama junto.. ameiiii o post parabens.. Bjokaas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ain que bom que você gostou, Kátia.
      É verdade, me incomoda bastante ver as pessoas que trabalham sério serem confundidas com quem faz bagunça.
      Mas enfim, nada é perfeito né hehe
      Muito obrigada <3
      Beijão!

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© ROTINA DE BONECA - 2015. Todos os direitos reservados.
CRIADO POR: SD DESIGN.
TECNOLOGIA DO BlOGGER.
imagem-logo