05 janeiro 2015

"Henezadas", cacheadas e fanatismo capilar


O cabelo cacheado no Brasil traz toda uma carga histórica de preconceito e discriminação. No final dos anos 90 com o surgimento das escovas progressivas, escovas japonesas, dentre outras, veio um “boom” de alisamentos químicos e muita gente viu aí um caminho mais fácil para conseguir o tão sonhado cabelo liso. Pouco tempo depois as progressivas foram envolvidas em diversas polêmicas, dentre elas o uso de formol (que é proibido hoje em dia com função de alisamento) e uma parcela de pessoas já acabou desistindo de seu uso, mas indústria aperfeiçoou a formulação dos produtos que hoje em dia é bem mais segura. Para muita gente, escova progressiva parecia ser um caminho sem volta, quem fazia virava “escravo” dela e teria que retocar sempre a raiz para manter o cabelo liso.
De fato, o uso de químicas alisantes nos cabelos não é uma atitude 100% benéfica (mesmo com todo o avanço das pesquisas nesse âmbito). Um cabelo com químicas precisa de tratamentos muito mais intensos e específicos para se manter com uma aparência bonita. A busca pela beleza deve ser feita de uma maneira saudável e segura, existindo um limite entre a satisfação pessoal com a própria aparência e os danos que podem ser causados à saúde, ou dor, etc.
Hoje temos pessoas militando de várias maneiras no sentido de assumirem seus cabelos naturais e se livrar da “escravidão” do uso das químicas alisantes, de assumir uma beleza mais natural, de se gostar à maneira que são, etc. Esses discursos, na minha opinião, são maravilhosos e ajudam muita gente, desde que não caiam em fanatismo. Eu entendo que a aparência é de extrema importância para a auto estima e muitas vezes traz uma carga histórica bem pesada, no "universo virtual" eu observo que algumas pessoas sentem uma necessidade de se unir para defender a sua "causa capilar", vejo pessoas defendendo veementemente o uso de henê, outras defendendo assumir uma aparência mais natural, dentre outras causas.
O que muitas dessas pessoas não percebem é que vivemos em uma época de acesso fácil à informação e uma tecnologia bem avançada da indústria cosmética, então que você pode ir em busca da aparência que você quer. Você ter um cabelo cacheado ou liso BONITO hoje em dia é muito mais fácil e barato do que quando eu era criança. Nem toda pessoa que alisa o cabelo está necessariamente fazendo isso porque tem algum tipo de preconceito, nem toda pessoa que usa henê faz isso porque é pobre ou desinformada, nem toda pessoa que usa o cabelo cacheado condena quem alisa ou vive repetindo discursos de auto aceitação.
O que eu quero dizer é que você é livre para aceitar ou buscar a aparência que você quer, é só cabelo, é só um acessório, não leve isso tão à sério. Faça isso de maneira pensada e saudável, meça sempre as consequências dos seus atos.Estimular que as pessoas aprendam a gostar de si mesmas do jeito que elas é maravilhoso, mas muitas vezes esse tipo de discurso não funciona, a pessoa já está com o pensamento formado de que gostaria de ser de outra forma e se ela pode fazer essa mudança (desde que isso não prejudique demasiadamente, digo, a ponto de morrer, ou causar alguma doença, etc, a saúde) não vejo porque não.

Não se esqueça de se inscrever em nosso canal (clique aqui).
Siga @Rotinadeboneca no Instagram (clique aqui)!
Curta nossa fanpage (clique aqui).

2 comentários:

  1. Olha, eu já usei Henne, amava o resultado, ficava super liso e sedoso, mas qndo mudei pra Manaus, com o calor la ficar passando aquilo era um sufoco, tirei, cortendo. Depois que minha filha estava com 1 ano fiz definitiva, mudança total, agora enjoeei, de novo voltando aos cachos kkkk. Amos meus cachos, e tbm amo exatamente essa possibilidade de mudar sempre!!!

    Adorei o blog, parabéns!!!

    ResponderExcluir
  2. se eu passar hene durante um ano mais ou menos e parar meu cabelo vai cair

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© ROTINA DE BONECA - 2015. Todos os direitos reservados.
CRIADO POR: SD DESIGN.
TECNOLOGIA DO BlOGGER.
imagem-logo