16 abril 2016

No poo e Low Poo, tudo que você precisa saber

Você já ouviu falar em No poo e Low poo? São duas maneiras bem diferentes de tratar os cabelos que vem sendo cada vez mais difundidas. Basicamente você vai cortar ou diminuir o uso de shampoo no seu cabelo. Continue lendo para entender melhor!

As técnicas foram desenvolvidas pela cabeleireira Lorraine Massey. Ela defende que cabelos cacheados precisam de cuidados especiais. Pelo seu próprio formato, os cachos não distribuem a oleosidade natural com a mesma facilidade de um cabelo liso, além de serem muito finos e frágeis. 

Apesar de criadas para cabelos cacheados, as técnicas de No-poo e Low-poo podem ser usadas por qualquer tipo de cabelo. Em cabelos mais frágeis e danificados por químicas, por exemplo, os resultados podem ser ainda mais visíveis. Nas palavras da própria Lorraine, "shampoo não é bom para cabelo algum".

Porque não usar sulfatos? 

Os detergentes encontrados em nossos shampoos tradicionais são muito fortes. O mais comum e mais forte deles, é o lauril sulfato de sódio (sodium lauryl sulfate), mas a lista dos "vilões" é bem extensa.

Esses agentes, que são os formadores de espuma, além de remover a sujeira do dia a dia, removem a oleosidade natural do cabelo, que serve para proteção dos fios e do couro cabeludo.

O nosso fio de cabelo é envolto por uma chamada cutícula, ela tem a formação como se fosse a escama de um peixe. Um cabelo saudável tem as cutículas bem fechadas, elas protegem a estrutura interna dos fios e reflete luz. Se elas estão abertas, o cabelo fica áspero e embaraçado.

Os shampoos com sulfatos costumam abrir as cutículas dos fios. Isso, muitas vezes,não é revertido com o uso do condicionador ou máscara. Causando danos muito difíceis de corrigir se você continuar usando os sulfatos.

Porque não usar siliciones e petrolatos?

De uma maneira bem suscinta (até porque iremos detalhar esse assunto muito em breve aqui no blog), os silicones insolúveis em água e os derivados de petróleo (como a parafina líquida, petrolatos e etc), formam uma capa em volta so seu cabelo. Mas isso não estaria protegendo meu cabelo?  Nem tanto.

O problema é que esses componentes, da mesma forma que protegem seu cabelo, impedindo que ele perca hidratação, por exemplo. Eles tem efeito cumulativo, então, com o tempo, também impedem que seu cabelo receba hidratação, proteínas, nutrientes, etc.

Na questão estética, silicones e petrolatos podem deixar uma aparência mais brilhosa aos fios. Também podem garantir uma melhor pendeabilidade. Mas tudo isso não passa de uma "maquiagem" de que o seu cabelo está saudável, eles não tem poder algum de tratar o seu fio. 

Outro ponto negativo desses componentes é que eles precisam de detergentes muito poderosos para serem removidos dos fios, ou seja, os sulfatos. E você pode acabar entrando num ciclo de danificar o seu cabelo e maquiar, sem estar tratando.

O Low-poo

Literalmente, Low-poo significa "pouco shampoo". O que não significa, ao contrário do que muita gente pensa, que vamos usar menos shampoos comuns, ou o shampoo comum mais diluído. Para essa técnica, são usados shampoos mais suaves, com a formulação livre de sulfatos ou detergentes mais agressivos.

Os detergentes usados são, por exemplo, o Cocamidopropyl Betaine (anfótero), que auxilia na limpeza dos fios e couro cabeludo sem causar tanto ressecamento, Ele produz espuma, mas, na grande maioria das vezes, é uma espuma bem menos abundante que a dos shampoos com sulfatos.

O No-Poo
Já no no-poo não se utiliza nenhum tipo de silicones insolúveis em água, petrolatos, parafinas, sulfatos e etc. Os adeptos dessa forma de cuidar dos cabelos vão lavar os fios apenas usando condicionador. Uma técnica conhecida como co-wash.

Assim como existem shampoos quem limpam mais que outros, também existem condicionadores mais limpantes e menos limpantes. Alguns, inclusive, podem conter o anfótero na composição, claro, que em menos concentração de que um shampoo.

No vídeo abaixo eu falo um pouco sobre as técnicas de no poo e low poo.


Como eu disse em vídeo, o assunto é muito extenso. Iremos continuar tratando dele tanto aqui no blog, como em nosso canal no youtube. O que você achou das duas técnicas? Já experimentou alguma? 
Image Map

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© ROTINA DE BONECA - 2015. Todos os direitos reservados.
CRIADO POR: SD DESIGN.
TECNOLOGIA DO BlOGGER.
imagem-logo